sexta-feira, 17 de junho de 2016

Dia 44 - Samos - Sarria - 13 km



O percurso foi curto mas o terreno acidentado e os trechos com muita lama fizeram o tempo se arrastar.


Até que tinham pueblos no caminho, mas nada de botecos abertos. Na verdade nem abertos e nem fechados. O jeito foi tocar direto.



 A chuva começa a rarear e com isso também o tira e veste capa. Me preocupo muito quando caminho nestas condições.  A gente sua sem perceber por causa da capa, e o frio faz com que a sede não seja tão evidente. Bebo mais água por medo de desidratar. E desidratar fazendo esse tipo de atividade é encrenca! Além disso as dores musculares aumentam.







Chegamos em Sarria com frio... A Anna comprou uma papete para dar uma folga para os dedinhos. (ela não tem as manhas de calçar havaianas com meias) A Cláudia foi na missa. Eu bebi vinho e vou rezar um Pai Nosso em alemão para ver se funciona. Ontem rezei em português e o sol não deu as caras.


Ah! Conhecemos um casal animadíssimo de Santa Catarina.

6 comentários:

Carmem Silvia De Macedo disse...

Pai Nosso em alemão Kkkk com certeza vai funcionar. Bj

Carmem Silvia De Macedo disse...

Pai Nosso em alemão Kkkk com certeza vai funcionar. Bj

Anônimo disse...

Sonia. Seria bom rezar em espanhol. Afinal, o papa é argentino.

sonia lopes disse...

Funcionou 80%!

sonia lopes disse...

Padre nuestro que estas en el cielo...

Maria Beatriz Fonseca disse...

O mau tempo com certeza foi por causa da ausência de botecos... Claro que isso não é auspicioso