terça-feira, 10 de maio de 2016

Dia 6 - Fuente de Cantos - Zafra - 24,4km

Hoje me dei mal. Depois de atravessar dois arroios e já tendo andado uns 8 km, tive que dar meia volta. Até tentei atravessar aquele maldito córrego. Mas o bastão afundou o suficiente para sacar que a água bateria além da minha cintura. Frio de 5 graus. Vento... e não havia mais nada a fazer a não ser voltar os 8 sofridos km até a auto pista. Na volta encontrei 2 franceses e retornamos  arrasados.  Mais uns 4 km, molhados e putos, pq sei lá. ... o hospitaleiro ou alguém poderia ter avisado que haveria possibilidade de acontecer esse transtorno. Voltamos ao ponto de partida tendo andado mais do que seria o previsto até Zafra.  Tomamos um táxi ( mais de 1 hora para conseguir um táxi.) Estamos no Albergue Franciscano tentando secar não só as botas como também as mochilas. A igreja de Zafra é uma obra de arte. Mas hoje... sinceramente, não recomendo a Via de la Plata. Acho que a falta de abrigos por até 25km faz com que esta rota seja perigosa demais. O lado bom é que não estou nem resfriada. Ainda.




4 comentários:

Anna Maria disse...

Então, bola pra frente. Sem estresse. Deve ser um esforço que de alguma forma gratifique. Se o caminho é intolerável, sem condiçõesminimamenre suportável, revisse suas metas. Seu aplicativo não alertou nada?.Bem, vc é guerreira..

sonia lopes disse...

Fui pra cima com tudo! Comprei roupas adequadas a esse clima inesperado... tomei um analgésico um antitérmico e estou na pista!:)

Carmem Silvia De Macedo disse...

Meu Santo... O que é isso? Amiga!!!!Ainda bem que resolveu tomar um taxi.Agora, pronta pra seguir em frente.

Carmem Silvia De Macedo disse...

Meu Santo... O que é isso? Amiga!!!!Ainda bem que resolveu tomar um taxi.Agora, pronta pra seguir em frente.